Pesquisar

A chegada de Vasco Núñez de Balboa ao Oceano Pacífico

Ao fim de quase um mês de viagem pelo interior do istmo do Panamá, a expedição de várias dezenas de espanhóis comandados por Vasco Núñez de Balboa subiu a montanha junto ao rio Chucunaque e vislumbrou, ao longe no horizonte, aquilo que procurava: as águas de um imenso oceano até então desconhecido.

Foi no dia 25 de setembro de 1513 e os espanhóis eram os primeiros europeus a tomar contacto com o Oceano Pacífico. Balboa tinha saído de Santa María, na costa oriental, com o objetivo de atingir esse mar desconhecido, por um filho de um chefe ameríndio lhe ter garantido que existia muito ouro além dele. O avistamento era, portanto, a confirmação de que as informações recebidas eram verdadeiras.

Quatro dias mais tarde, e após percorrerem pouco mais de uma centena de quilómetros, os espanhóis chegaram à praia, no local hoje conhecido como Punta Buena Vista. Balboa tomou então posse da baía e do mar, a que chamou “Mar do Sul”, em nome dos reis de Castela.

 

  • Quem era Balboa?

Vasco Núñez de Balboa era um aventureiro e conquistador espanhol, natural da região de Badajoz, que nos inícios do século XVI tentou a sua sorte, como tantos outros, nas terras acabadas de descobrir por Cristóvão Colombo. Em 1508, o rei Fernando, o Católico, autorizou a colonização e conquista da “tierra firme”, ou seja, do continente americano, e Balboa, que já se encontrava na ilha Espanhola, partiu numa expedição que se fixou na costa da atual Colômbia.

Convém relembrar que esta fase inicial da conquista espanhola era caracterizada por uma anarquia feroz. Os capitães e soldados não apenas subjugavam e espoliavam brutalmente as populações ameríndias como competiam ferozmente entre si, de forma a adquirir posições de comando e a liderar expedições ao interior do continente em busca de ouro e riquezas. Balboa foi um deles. Depois da descoberta do Oceano Pacífico, foi nomeado governador do Panamá e almirante do Mar do Sul mas veio a ser acusado de traição ao governador e morreu executado, por decapitação, em 1519.

 

  • Qual a importância da descoberta do Oceano Pacífico?

O Oceano Pacífico era naturalmente, conhecido pelas populações da Mesoamérica e os vários arquipélagos da Polinésia e da Micronésia foram colonizados há milhares de anos por populações originárias do Sueste Asiático. A constatação, pelos europeus, de que existia um vasto oceano para além do continente americano, teve porém um enorme impacto no processo de descobrimento e exploração do mundo.

Em primeiro lugar, abriu caminho à conquista do Peru pelos espanhóis, que ocorreu pouco depois da expedição de Balboa. Depois, permitia levantar a hipótese de atingir a Ásia, onde os portugueses já se encontravam há mais de uma década, circum-navegando o globo. E foi um português, Fernão de Magalhães, o primeiro a testar esta possibilidade, alguns anos mais tarde, contornando o continente americano pelo sul e lançando-se na imensidão do oceano até atingir as Filipinas. Foi também ele quem deu o nome pelo qual passou a ser conhecido: o de Oceano Pacífico.

Ouça aqui outros episódios do programa Dias da História

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - Chegada de Vasco Núñez de Balboa ao Oceano Pacífico
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2017
  • Vasco Nuñez de Balboa (1475-1517): bibliotecavirtualdefensa.es

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui