Pesquisar

A estacaria pombalina que segura Lisboa

As estacas sobre as quais foi reconstruída a Lisboa após o terramoto de 1755 foram peças centrais de uma exposição inaugurada em finais de 2015. Uma oportunidade para perceber como funciona este sistema que sustenta os edifícios da baixa lisboeta.

Na exposição, que esteve patente durante vários meses na sede do Banco de Portugal em Lisboa, era possível ver um conjunto de estacas que estiveram enterradas no solo de Lisboa desde o século XVIII até aos nossos dias.

Tratou-se de uma oportunidade rara para ver este tipo de estrutura idealizada para ajudar os edifícios a resistir a novos sismos. Sobre as estacas  foi construída uma grelha de troncos que sustenta as fundações, tudo em madeira de pinho verde para resistir à passagem do tempo.

Nesta reportagem pode acompanhar as declarações de Artur Rocha, curador e arqueólogo responsável pela exposição, e Diogo Macedo, do Banco de Portugal.

Ficha Técnica

  • Título: Estacas pombalinas
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Filipa Dias Mendes
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui