Pesquisar

A Química dos Cereais

Sabemos que o ferro, um dos elementos químicos mais abundantes na Terra, é essencial à vida e a sua carência pode provocar anemia, fadiga, perda de apetite, tonturas, problemas de crescimento e muitos outros problemas de saúde.

A Organização Mundial de Saúde recomenda a ingestão de cerca de 15 mg de ferro por dia. Evidentemente, isto não significa comer pregos ou parafusos, mas sim consumir alimentos ricos em iões de ferro –a forma como este elemento aparece nos organismos vivos.

Embora ninguém pense em comer pedaços de ferro para melhorar a sua dieta, a verdade é que muitos o fazem sem saber, e logo ao pequeno-almoço! De facto, os fabricantes produzem os flocos de cereais ricos em ferro adicionando-lhes minúsculos pedaços de ferro metálico. Sim, é verdade: cereais com uma pitada de limalha de ferro, uma delícia!

Se quiserem comprovar isto em casa, basta triturar uma porção de flocos de cereais num pouco de água e passear um íman pela pasta assim formada. Ao fim de algum tempo, o íman estará coberto com as pequenas partículas de ferro que foram adicionadas aos cereais.

Mas não se assustem, porque os químicos sabem há muito  que os pequenos pedaços de metal são literalmente desfeitos no ambiente ácido do estômago, através da sua oxidação, que os converte numa forma de ferro utilizável pelo organismo – os tais iões de ferro…

E assim, temos a química a cuidar da nossa saúde, logo nas primeiras horas da manhã!

  • Temas: Ciência
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: A Química das Coisas
  • Tipo: Programa
  • Produção: Science Office/Duvideo Filmes para RTP
  • Ano: 2011

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.