Pesquisar

Arqueologia: o desconhecido por baixo do que vemos

A arqueologia ajuda-nos a descobrir o que ficou enterrado no passado e a perceber o que era o quotidiano comum há mais de cinco séculos. Em Carnide, esta descoberta continua.

Sabe-se que, no século XIII, o que é hoje Carnide, uma das freguesias de Lisboa, era uma zona rural cujos campos eram maioritariamente explorados pelo Mosteiro de São Vicente de Fora. Foi um documento emitido por este, com o mesmo funcionamento de um foral, apesar de o não ser, que originou 32 parcelas, entregues a 29 povoadores. Assim terá nascido a aldeia de Carnide.

Tantos séculos volvidos, ainda se ergue aos nossos olhos a Igreja de São Lourenço, que data do século XIV, mas há mistérios agora expostos à luz do dia e que durante centenas de anos ficaram soterrados.

É o caso da Ermida do Espírito Santo, que tinha uma leprosaria, dos silos – cerca de 50 – para armazenamento cerealífero, poços e até de um cemitério.

  • Temas: História
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Com Ciência
  • Tipo: Extrato de programa
  • Produção: Terra Líquida Filmes para RTP
  • Ano: 2011

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.