Pesquisar

Cavalo marinho, um peixe que não tem escamas

O cavalo marinho de barriga ou, mais pomposamente, o hippocampus abdominalis, tem umas placas ósseas em vez de escamas, uma espécie de armadura. É isso que lhe permite nadar na vertical. Elegante e frágil, mais uma espécie a descobrir aqui.

O cavalo marinho prefere a imobilidade diurna, por entre algas e esponjas a que se possa agarrar com a cauda. Durante a noite, gosta de nadar em pequenos grupos, lentamente.

Este peixe não tem estômago nem dentes. Alimenta-se através de um “focinho” alongado, mais curto e robusto nos machos do que nas fêmeas desta espécie.  Come essencialmente plancton e pequenos animais, que engole inteiros.

Os machos são mais pesados e pigmentados e têm também uma cauda maior do que a das fêmeas. São eles que transportam os ovos que a fêmea lhes deposita numa bolsa do abdómen  até à eclosão, ou seja, durante 28 dias.

  • Temas: Biologia, Ciência
  • Ensino: 1º Ciclo, 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui