Pesquisar

Como a PIDE destruiu a Sociedade Portuguesa de Escritores

Começa tudo com um livro de Luandino Vieira: a censura não gosta do que vem escrito nas suas páginas, muito menos da distinção atribuída pela Sociedade Portuguesa de Escritores.Salazar manda fechar a SPE, tarefa que a diligente PIDE cumpre de imediato.

Luandino Vieira, escritor angolano e militante ativo contra o colonialismo, publica em 1963 o livro “Luuanda”, em que dá a conhecer a vida nos musseques, as injustiças, a desordem e a confusão em contraste com os espaços limpos e organizados habitados pelos brancos. Composto por três contos, “Vavó Xixi e seu neto Zeca Santos”, “A história do ladrão e do papagaio” e “A história da galinha e do ovo”, o livro dá voz aos negros e marca o início de uma escrita angolana, misturando o português do colonizador com o quimbundo, idioma de Angola. A obra tinha tudo para ser censurada na metrópole, mas os funcionários do regime estavam desatentos. Até que, em 1965, a Sociedade Portuguesa de Escritores a distingue com o Grande Prémio da Novelística. A censura deu pelo “erro” e começou o escândalo.

Em resposta ao prémio, o júri foi acusado de “traição à pátria” e os seus membros perseguidos, ficando alguns detidos. Um grupo de agentes da PIDE e de legionários, assaltou, destruiu e fechou a sede da SPE. A notícia foi abafada, apenas o jornal do Fundão teve a ousadia de a publicar e, por isso, foi suspenso durante seis meses. Ao autor não puderam fazer mais nada, porque já cumpria pena de 14 anos no campo de concentração do Tarrafal, em Cabo Verde, acusado de lutar ao lado dos independentistas do MPLA e só de lá saiu em 1972. O episódio mostra como Salazar silenciava tudo que pusesse em causa a manutenção do regime.

Vinte cinco anos depois, Fernanda Botelho, escritora e membro do júri, dizia à RTP que nunca esperou a polémica, muito menos a reação do Estado Novo ao prémio atribuído a Luandino Vieira e que, no seu caso, votou de acordo com critérios literários e não políticos.

  • Ensino: Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: 25 anos de extinção da Sociedade Portuguesa de Escritores
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Cândido de Azevedo
  • Produção: RTP
  • Ano: 1990

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.