Pesquisar

D. Afonso IV, testemunha da peste negra

D. Afonso IV (1291-1357) herda um reino próspero, sem grandes problemas económicos ou sociais, mas vai ter de enfrentar a peste negra e vários anos agrícolas muito difíceis que o vão obrigar a publicar as primeiras leis laborais criadas em Portugal.

Em 1349 D. Afonso IV foi obrigado a implementar as primeiras leis laborais conhecidas em Portugal, uma preocupação que surgiu na sequência das mortes provocadas pela peste negra, que dizimou parte importante da população, desertificando os campos e fazendo disparar os preços da mão-de-obra.

As chamadas leis pragmáticas, instituídas por este monarca, vão ainda normalizar práticas sociais, impondo por exemplo limites no tipo de vestuário ou no número de pratos que podem ser consumidos diariamente pelas diversas classes sociais.

D. Afonso IV vai também ordenar a morte de Dona Inês de Castro, com o objetivo de diminuir a influência desta fidalga espanhola sobre o filho D. Pedro I. Este assassinato vai desencadear a revolta do futuro rei contra o pai, de que resultará uma guerra civil que vai devastar o norte do país.

  • Temas: História
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Portugal e os Portugueses
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Autoria: António Ferronha
  • Produção: RDP Internacional
  • Ano: 1998
  • Pintura: "Súplica de Inês de Castro" - Eugénie Servières

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui