Pesquisar

Desenho humorístico na primeira República

As caricaturas são um elemento essencial para compreender a cultura da primeira República em Portugal. Numa sociedade com uma grande taxa de analfabetismo o desenho assume uma importância enorme.

“O Moscardo” ou “O Zé” são apenas algumas das publicações humorísticas que surgem com impacto durante a 1ª República. Com eles surgem também nomes como Silva Monteiro, Alonso, Almada Negreiros, Jorge Barradas, Emmérico Nunes, Stuart Carvalhais, Bernardo Marques, Cristiano Cruz, Correia Dias, Luís Filipe e Sanches de Castro.

A inexistência de censura e a importância dos desenhos nos jornais da época, reforça a importância dos artistas que, pela primeira vez, se começam a juntar – em Lisboa e no Porto – para realizar exposições e divulgar as suas obras.

Devido à falta de instrução e ao analfabetismo, que afetava grande parte do país, os desenhos assumem uma importância ainda maior no panorama informativo, tornando mais fácil o contato e a compreensão da população com os acontecimentos da época.

Ficha Técnica

  • Título: Câmara Clara - Desenho Humorístico na primeira República
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Inês Fonseca Santos
  • Produção: RTP
  • Ano: 2008

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui