Pesquisar

Do "2001: Odisseia no Espaço" até ao robô perfeito

Helder Araújo foi membro fundador do Instituto de Sistemas e Robótica da Universidade de Coimbra, já muito depois de, em criança, se deixar fascinar com o rádio que emitia sem fios. Da electrotecnia aos robôs, um percurso que não é ficção científica.

Em pequeno fascinava-se com o modo como o rádio emitia informação sem qualquer sistema de fios. Como acha que o exercício de resolver problemas é muito estimulante, começou na eletrotecnia para resolver esse mistério e depressa se deparou, na faculdade, com a robótica.

A relação entre o homem e o artificial sempre lhe suscitou curiosidade e não descura a influência que pode ter tido o filme de Kubrick nesse entusiasmo. Investiga na área da visão por computador para robôs, ou seja, sistemas sensoriais que permitem ao robô saber onde está, o que está e o que pode ou não fazer.

O desafio passa por tornar as máquinas mais autónomas, de modo a tomarem decisões eventualmente de forma inteligente e interagir com o mundo e com as pessoas. Já parece difícil, mas Helder Araújo vai mais longe, ao antecipar como caminho do futuro o desenvolvimento de métodos e modelos  que permitam construir criaturas artificiais que sejam em tudo idênticas aos humanos. Sem que seja apenas ficção científica.

Ficha Técnica

  • Título: 5 Minutos Com Um Cientista
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e RTP
  • Produção: Panavídeo
  • Ano: 2013

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui