Pesquisar

Eugénio Tavares, o Camões de Cabo Verde

Eugénio de Paula Tavares (1867-1930) foi jornalista, escritor e poeta. É referido como um dos mais importantes marcos da cultura cabo-verdiana sendo responsável pela valorização e utilização do crioulo na sua atividade literária e musical.

Nasceu na Ilha Brava, em Cabo-Verde, mas a sua vida mudou de forma drástica quando foi viver para a Ilha de São Vicente, um local mais cosmopolita graças à importância do seu porto. É naquela ilha, que ele considerava a sua universidade, que ensaia os primeiros passos da sua carreira de jornalista e escritor.

Durante 30 anos Eugénio Tavares vai dominar o panorama cultural do arquipélago, publicando poesia, ficção e ensaios, contribuindo ainda para o mundo da música com letras e pautas. É referido, por vezes, como o Camões de Cabo Verde.

Devido ao interesse e empenho na divulgação dos problemas locais, nomeadamente, os casos de fome que se registaram em Santiago, Eugénio será repreendido e depois exilado. Segue para os Estados Unidos da América onde funda o primeiro jornal em crioulo.

Ficha Técnica

  • Título: Eugénio Tavares
  • Tipo: Reportagem
  • Produção: RTP África
  • Ano: 2008

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui