Pesquisar

Faina maior, a pesca do bacalhau

O bacalhau tem uma longa história à mesa dos portugueses, existindo notícias de campanhas nos bancos da Terra Nova ainda no Século XVI, mas será entre os anos 30 e 70 do século XX que a nossa presença será mais intensa.

Ao longo de séculos o bacalhau, seco ou salgado, fez parte da ementa dos portugueses, mas na maior parte dos casos tratava-se de peixe importado. Apesar da importância desta captura, o número de navios portugueses envolvidos nesta atividade na Terra Nova foi reduzida ao longo da história e só durante o século XX, com a Campanha do Bacalhau criada pelo Estado Novo, foi possível assistir ao nascimento de uma frota importante envolvida nesta atividade.

O Estado Novo implementou uma política que beneficiava os armadores assegurando o financiamento, o fornecimento de mão-de-obra e outras facilidades que maximizaram os lucros e fizeram crescer a frota envolvida nesta pesca. Se no princípio do século XX havia pouco mais de uma dezena de navios na Terra Nova, esse número cresceu nos anos cinquenta até ultrapassar as 70 unidades.

As campanhas, sazonais, estendiam-se de Abril a Novembro de cada ano. O trabalho dos pescadores era duro, com poucas condições de higiene, salubridade, e jornadas que se podiam estender até às 20 horas de trabalho.

Após a II Guerra Mundial a falta de modernização da frota, aliada à implementação de legislação internacional que fechou o livre acesso ao mar, condenaram esta atividade pesqueira.

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: História a história - Faina maior, a pesca do bacalhau
  • Tipo: Documentário
  • Autoria: Fernando Rosas
  • Produção: RTP/ Garden Films
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.