Pesquisar

Memória das cheias de 1967

A chuva caiu durante grande parte do dia e intensificou-se à noite, causando uma das mais mortais inundações que o país viveu no século passado. Conheça as memórias daqueles que assistiram às grandes cheias de 1967.

O dia 25 de novembro de 1967 despertou chuvoso e continuou assim até ao princípio da noite, altura em que a precipitação aumentou, causando cheias que poderão ter matado mais de 700 pessoas.

Odivelas foi das zonas mais afetadas. Entre os entrevistados recorda-se a deposição de dezenas de corpos nas instalações de um quartel de bombeiros ainda por inaugurar, para que as famílias pudessem identificá-los. São memórias de quem viu as casas serem invadidas pela água, num dia em que caiu um quinto de toda a pluviosidade registada nesse ano.

Os depoimentos desta reportagem são feitas por Valdemar Esteves e Fernando Cunha,  moradores de Odivelas, e testemunhas dos acontecimentos.

  • Temas: Geografia
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: As Cheias de 1967
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: João Miguel Santos
  • Produção: RTP
  • Ano: 2007

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.