Pesquisar

Nas rotas da Índia e do mundo (2ª parte)

Durante o século XVI a expansão do império fez-se em vários sentidos. No oriente os navios portugueses conquistam cidades na Índia, negoceiam na China e estabelecem acordos com o Ceilão. Mais perto de casa sonha-se com a conquista do Norte de África.

A expansão na Índia prossegue com a conquista de novas cidades localizadas em pontos estratégicos, como é o caso de Malaca. Os combates com o reino de Achém tornam-se também mais encarniçados e, durante muitos anos, é aquele território a maior ameaça às aspirações portuguesas.

As primeiras abordagens à China não trazem resultados imediatos à atividade comercial, mas o mesmo não acontece em relação ao Ceilão, com o estabelecimento de tratados de cooperação com o rei local. São autorizadas a construção de várias fortalezas lusas.

Finalmente também chega uma delegação portuguesa ao mítico reino do Preste João, na Somália, mas não encontra rasto das lendárias riquezas. Antes pelo contrário…

No Norte de África conquistam-se também cidades e praças com o objetivo último de ocupar o coração do mundo muçulmano, mas isso nunca acontecerá…

Esta série foi produzida em 1983 na sequência da XVII Exposição Europeia de Arte Ciência e Cultura, uma iniciativa que teve lugar em Lisboa com o objetivo de divulgar a história da expansão portuguesa durante os séculos XV e XVI.

A série é constituída por quatro episódios, divididos em duas partes cada um.

Pode ver aqui a primeira parte deste episódio.

Ficha Técnica

  • Título: Portugal no Mundo, depois da descoberta do caminho marítimo para a Índia
  • Tipo: documentário
  • Produção: RTP/ Comissariado XVII Exposição Arte, Ciência e Cultura
  • Ano: 1983

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui