Pesquisar

O acordo de Alvor

No Acordo de Alvor, Portugal reconhecia a independência de Angola, representados pelos movimentos independentistas MPLA, UNITA e FNLA. Os acordos previam a partilha do poder, mas seria desrespeitado pelo MPLA que assumiu a liderança do país.

A implementação dos acordos ficou comprometida rapidamente e, ante da data da sua implementação, eles já estavam suspensos. Por parte do governo português e dos restantes envolvidos existiram negociações de última hora com vista à sua implementação, mas sem resultados.

Os grupos nacionalistas angolanos mantiveram ocupadas as zonas onde tinham forças implementadas e desenrolou-se e tomou forma uma nova guerra que nos vinte anos seguintes iria opor MPLA, dona da Capital e da maior parte do país, à UNITA, que detinha uma importante fatia do país no norte.

Ficha Técnica

  • Título: Retrospetiva histórica dos Acordos do Alvor
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Paulo Salvador
  • Produção: RTP
  • Ano: 1990

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui