Pesquisar

O desastre da ponte das barcas

O medo das tropas francesas empurrou milhares de pessoas do Porto para o rio Douro, que tentaram atravessar utilizando uma ponte construída sobre barcas. Com o peso da multidão esta cedeu tendo morrido cerca de quatro mil pessoas.

Em 29 de Março de 1809, durante a segunda Invasão Francesa, o marechal francês Soult entrou de forma inesperada na cidade do Porto.

A população assustada tentou cruzar o rio para a outra margem com o objetivo de criar alguma distância em relação aos invasores.

Precipitaram-se para uma ponte do Douro, construída sobre uma vintena de barcas que acabou por ceder arrastando as pessoas para o rio. Calcula-se que tenham morrido cerca de quatro mil pessoas.

Este desastre é recordado no local onde aconteceu através de um memorial projetado pelo arquiteto Souto Moura.

A cidade foi do Porto foi alvo de saque nos dias seguintes.

Ficha Técnica

  • Título: A Viagem de Garrett
  • Tipo: Extrato de Documentário
  • Autoria: Anabela Saint-Maurice
  • Produção: RTP
  • Ano: 1999

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.