Pesquisar

O Mosteiro de São João de Tarouca

O Mosteiro de São João de Tarouca iniciou a sua construção no século XII e foi o primeiro da ordem cisterciense a ser edificado em Portugal. Ao longo dos séculos conheceu uma importante expansão até que, no século XIX, entrou em decadência após o decreto de extinção das ordens religiosas.

A instalação da ordem de Cister e a fundação do edifício estão ligados à génese do reino, tendo os frades cistercienses apoiado a pretensão de Afonso Henriques ao trono. Este patrocínio foi premiado pelo primeiro monarca português que auxiliou a sua expansão no país.

O mosteiro apresenta diversos estilos de construção e, apesar do seu aspeto austero, as escavações arqueológicas revelaram que os monges estavam atentos ao mundo que os rodeava e que tinham uma vida confortável. Foram encontradas faianças de qualidade e, noutras análises, concluiu-se que tinham uma dieta rica, apesar de não incluir doces.

Após a extinção das ordens religiosas o mosteiro foi vendido em hasta pública e os edifícios foram explorados como pedreira. A Igreja, por outro lado, foi transformada em igreja paroquial e contém diversas peças de arte sacra que pertenciam à ordem e estariam noutras divisões do complexo edificado.

Ficha Técnica

  • Título: Escrito na pedra - A Pedra de Pedro
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Autoria: Maria Júlia Fernandes
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.