Pesquisar

O povoamento dos novos territórios (2ª parte)

Os portugueses penetram cada vez mais no interior do Brasil explorando recursos naturais, desenvolvendo a agricultura e a criação de gado. No Oriente, por outro lado, o a afirmação imperial faz-se através da conquista e da construção de novas fortalezas

No Brasil a expansão territorial faz-se seguindo a cana do açúcar e  a criação de gado. Para ambos são necessários novos terrenos e infraestruturas, que vão sendo conquistadas ao  interior do país.

Um intenso de tráfico de escravos, para alimentar especialmente a expansão das fazendas e dos engenhos de açúcar, cria os fundamentos de uma cultura e de uma religiosidade únicas onde se misturam elementos sócioculturais e religiosos de diversos pontos de África e da Europa.

No Índico a expansão tem um caráter mais marcial. Armam-se gentes e navios, constroem-se praças e pontos de defesa. Alguns destes novos locais  conhecerão um desenvolvimento e um crescimento exponencial nos séculos seguintes.

Esta série foi produzida em 1983 na sequência da XVII Exposição Europeia de Arte Ciência e Cultura, uma iniciativa que teve lugar em Lisboa com o objetivo de divulgar a história da expansão portuguesa durante os séculos XV e XVI.

A série é constituída por quatro episódios, divididos em duas partes cada um.

Pode ver aqui a primeira parte deste episódio.

Ficha Técnica

  • Título: Descobrimentos Portugueses: Povoamento de novos territórios (parte 2)
  • Tipo: documentário
  • Produção: RTP/ Comissariado XVII Exposição Arte, Ciência e Cultura
  • Ano: 1983

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.