Pesquisar

Ordens de prisão de criminosos nazis em Lisboa

Karl Brandt foi mentor do "Aktion T4", um programa que matou milhares doentes mentais ou deficientes físicos, considerados incapazes para contribuir para o esforço de guerra da Alemanha. A sua ordem de prisão pode ser vista no Museu da Farmácia, em Lisboa.

O “Aktion T4” foi um programa de eugenia e eutanásia autorizado por Adolfo Hitler, que envolveu médicos da Alemanha e da Áustria, e que teve como objetivo eliminar pessoas consideradas em situação de “saúde incurável”. As cerca de 250 mil vítimas que terão morrido na sequência desta iniciativa eram alemãs ou austríacas  e muitas estavam internadas ou em tratamento em instituições públicas ou privadas.

Karl Brandt foi o médico que dirigiu o programa, sendo sentenciado à morte por enforcamento nos julgamentos de Nuremberga, que se realizaram no final da guerra para condenar os crimes nazis. A ordem de captura deste médico e de vários outros elementos ligados a diversos programas médicos foram adquiridos pelo Museu da Farmácia, em Lisboa, onde se encontram agora em exibição.

Nesta reportagem pode ouvir as declarações de João Neto, diretor do Museu da Farmácia, e de Esther Muzcnik, presidente da Memoshoá.

Ficha Técnica

  • Título: Documentos nazis em Lisboa
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Luís Filipe Fonseca
  • Produção: RTP
  • Ano: 2017

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.