Pesquisar

Pedro Hispano, o Papa português João XXII

Foi o único Papa português e usou a coroa pontifical durante menos de um ano. Pedro Julião Rebolo foi um intelectual do seu tempo e é apontado como sendo autor de diversas obras. Ficou conhecido como Pedro Hispano, ou João XXI.

Foi em 20 de setembro de 1276 que o português Pedro Julião, também conhecido como Pedro Hispano, foi coroado como papa João XXI. A coroação ocorreu uma semana depois da sua eleição, em Viterbo, e esteve envolvida em alguma agitação devido à morte prematura do anterior papa, Adriano V, pouco mais de um mês depois de ter sido eleito.

O pontificado de João XXI também foi curto e teve um fim inesperado e trágico, em meados do ano seguinte. Pedro Hispano era um erudito e um estudioso e reservou para uso pessoal um anexo do palácio papal em Viterbo, para onde se retirava com alguma frequência para poder trabalhar com maior sossego.

A 14 de maio de 1277, o edifício ruiu quando o papa se encontrava sozinho no seu interior. Pedro Hispano veio a morrer alguns dias mais tarde devido à gravidade dos ferimentos sofridos e encontra-se sepultado na catedral de Viterbo. Foi o único papa português em toda a história da Igreja Católica.

 

  • Quem era Pedro Hispano?

Pedro Julião Rebolo nasceu em Lisboa entre 1210 e 1220. Estudou na escola episcopal de Lisboa e, mais tarde, na Universidade de Paris, onde terá contactado com alguns dos maiores vultos intelectuais da época, como S. Tomás de Aquino. Mais tarde foi professor na Universidade de Siena, em Itália.

Era um homem de vasta cultura científica, tendo escrito tratados de medicina, lógica e filosofia. Uma das suas obras, um comentário à Lógica de Aristóteles, foi amplamente traduzida e utilizada durante séculos nas universidades europeias.

Há, no entanto, quem defenda que o autor destes tratados foi um frade dominicano espanhol com o mesmo nome e não o português que veio a ser papa. Seja como for, o prestígio de Pedro Julião permitiu-lhe subir rapidamente na hierarquia católica em Portugal, tendo desempenhado diversos cargos, primeiro na sé de Lisboa, depois no Porto e em Guimarães, até ser nomeado arcebispo de Braga, em 1273.

Foi por esta altura que participou no Concílio de Lyon, graças à sua proximidade com o papa Gregório X, de quem foi, aliás, médico pessoal.

 

  • Como foi a sua ação enquanto papa?

As primeiras decisões de Pedro Hispano como papa incidiram sobre as regras do conclave, ou seja, da reunião dos cardeais para a eleição de um novo papa. Embora o seu pontificado tenha sido breve, João XXI dedicou a sua atenção aos principais problemas que preocupavam a Europa do seu tempo, como a reconciliação com a Igreja Ortodoxa, as relações com o império mongol e a preparação de uma nova cruzada à Terra Santa.

Procurou igualmente reforçar o poder e o prestígio da Santa Sé, agindo como mediador em vários conflitos europeus, nomeadamente na Sicília, em Castela, em França, em Inglaterra e no Sacro Império Romano-Germânico.

Ficou, no entanto, claro que era mais dedicado aos estudos e à medicina que às rotinas do seu cargo, tendo delegado parte das suas funções ao cardeal Orsini, que lhe sucedeu como papa Nicolau III. O poeta Dante, na sua Divina Comédia, coloca-o no Paraíso, ao lado das almas das grandes figuras da cristandade medieval.

Ouça aqui outros episódios do programa Dias da História

  • Temas: História
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - coroação de Pedro Hispano como papa João XXI
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2017
  • Imagem: João XXI, autor desconhecido.

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.