Pesquisar

Quando a revolução chegou à Penteadora

Em Maio de 1975 a empresa "A Penteadora", em Unhais da Serra, foi ocupada pelos operários que passaram a gerir a fábrica e a decidir o seu futuro. Uma equipa de documentalistas deslocou-se à Covilhã para acompanhar os acontecimentos.

“A Penteadora”, Sociedade Industrial de Penteação e Fiação de Lãs, nasceu em 1930 em Unhais da Serra por iniciativa de um clérigo, o padre Alfredo Marques Santos, que tinha como objetivo melhorar a vida da população daquela localidade no interior da Covilhã.

Nas décadas seguintes mudou de mãos e ainda antes da revolução de abril os trabalhadores fizeram uma greve que teve grande impacto na região.

No dia 15 de maio de 1975 ocuparam a fábrica e passaram a geri-la. Em pleno território dos lanifícios este caso teve grande repercussão na indústria durante o processo revolucionário vivido naquele período.

Ficha Técnica

  • Título: Das artes e ofícios: O processo de ocupação de "A Penteadora"
  • Tipo: Reportagem
  • Produção: Cineuqanon/ RTP
  • Ano: 1975

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.