Pesquisar

O auroque, animal que desconhecemos

O auroque foi a vaca primitiva que surge representada nas pinturas rupestres e deu origem às espécies de bovinos que hoje conhecemos. Os cientistas querem trazer esses animais de volta, uma vez que foi dado como extinto no século XVII.

O auroque é, ao lado dos cavalos, dos animais que surge com mais frequência nas rochas do Vale do Coa e noutras representações do período rupestre. Trata-se de um herbívoro de grande porte, pesando cerca de mil quilos, selvagem e capaz de defender as crias e as manadas de predadores.

Durante milhares de anos foi caçado e, posteriormente, domesticado pelo homem. Na Península Ibérica o último terá desaparecido há cerca quatro mil anos, mas noutros pontos do mundo manteve-se vivo até mais tarde e o último terá morrido na Polónia já no século XVII.

Atualmente os cientistas estão a tentar recuperar o auroque. Pelo menos dois projetos – o Tauros e o Uruz – tentam ressuscitar este bovino utilizando técnicas como o retrocruzamento, cruzamento de raças que apresentam características da espécie primitiva. Em Portugal as vacas maronesa e barrosã integram as listas dos animais que estão a ser utilizados nestas iniciativas.

O regresso do auroque asseguraria o repovoamento de zonas de pastagem ou agrícolas em áreas de difícil acesso, abandonadas ou sob ameaça de predadores como o lobo.

Ficha Técnica

  • Título: Biosfera - Recuperar o Auroque
  • Tipo: Reportagem
  • Produção: RTP/ Farol de Ideias
  • Ano: 2014

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.