Pesquisar

A reunificação da Alemanha

A reunificação alemã aconteceu a 3 de Outubro de 1990. O processo pôs fim a mais de 40 anos de divisão do país, entre os blocos de leste e ocidental, na sequência da derrota sofrida na segunda guerra Mundial.

O processo de reunificação, que integrou a chamada Alemanha Democrática na Alemanha Federal, prolongou-se por vários meses após a abertura e queda do muro que dividia a cidade de Berlim, em finais de 1989.

O país foi dividido em quatro blocos no final da segunda guerra mundial. A cidade de Berlim, dentro do bloco controlado pela União Soviética, também foi dividida, ficando a gestão entregue às potências vencedoras: União Soviética, Estados Unidos da América, Inglaterra e França.

A divisão tornou-se efetiva com o surgimento da Guerra Fria e a implantação da cortina de ferro, visível em Berlim com a instalação do muro que separou o lado soviético da parte gerida pelas restantes potências.

O processo de reunificação não foi fácil pois as alemanhas apresentavam diferentes níveis de desenvolvimento. Surgiram problemas relacionados com recessão e desemprego que resultaram no crescimento de problemas sociais e à intervenção de grupos neonazis.

Com este passo a Alemanha transformou-se no país da União Europeia com maior população e também num dos seus maiores exportadores.

Ficha Técnica

  • Título: História da reunificação alemã
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Carlos Fino
  • Produção: RTP
  • Ano: 1990

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui