Pesquisar

Sessenta anos de emigração portuguesa

A falta de condições e a guerra nas colónias levaram muitos portugueses a lançar-se na emigração, muitas vezes de forma clandestina. Décadas passadas, os portugueses continuam a sentir-se obrigados a sair do país, mas em condições menos precárias.

Fernando Manuel era um dos “passadores” que conheciam bem os caminhos que permitiam unir Portugal a Espanha. Durante vinte anos passou emigrantes que, “a salto”, tentavam a fuga para a França ou a Alemanha, onde existiam promessas de melhores condições de vida.

O Estado Novo sempre  condicionou a emigração, primeiro para evitar a saída de mão-de-obra e  mais tarde para impedir a redução do número de soldados, necessários para  a guerra nas colónias.

Acabou o Estado Novo e a guerra, mas a história de Portugal é também a história daqueles que partiram e daqueles que continuam  a partir…

Ficha Técnica

  • Título: E depois de Abril - Emigrar
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Teresa Nicolau
  • Produção: RTP
  • Ano: 2014

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.