Pesquisar

Um navio dos descobrimentos na Baía de Angra

"Um navio Ibérico para o Atlântico" é um projecto de arqueologia marítima que estudou os restos de um navio da época das grandes viagens transatlânticas afundado na baía de Angra do Heroísmo nos séculos XVI ou XVII.

O navio foi escavado pela primeira em 1998 e é conhecido como sítio arqueológico de naufrágio Angra D, tratando-se de um destroço muito bem conservado que permitiu a recolha de diversos materiais entre os quais restos de cerâmica, metal, couro e fauna.

A investigação concluiu que se trata de uma embarcação de alto bordo, de finais do século XVI ou princípios do século XVII, envolvida na navegação transoceânica, construída e utilizada por Portugal ou Castela.

Nesta reportagem pode ouvir as explicações do arqueólogo José António Bettencourt.

 

Ficha Técnica

  • Título: Arqueologia na Baía Angra
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Fátima Parreira
  • Produção: RTP
  • Ano: 2012

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.