Pesquisar

Refeições para crianças carenciadas em todo o país

Cerca de 800 escolas em todo o país continuam a fornecer refeições a famílias de crianças carenciadas, apesar da suspensão letiva devido ao COVID-19. Em alguns casos, estas refeições, que incluem almoço e pequeno almoço do dia seguinte, têm de ser levantados pelas famílias em sistema de take-away, enquanto que noutros é assegurada a entrega porta-a-porta.

No momento em que enviou para casa os alunos dos diversos níveis de ensino, o Ministério da Educação definiu que tinha de continuar a ser assegurado o fornecimento de refeições escolares aos alunos com escalão A da Ação Social Escolar, cabendo às escolas e às autarquias a definição da forma mais eficaz para o fazer.

Esta decisão teve como principal objectivo evitar que o encerramento das escolas criasse também problemas sociais aos estudantes com maiores dificuldades e que ali encontram a única refeição completa a que têm acesso.

Para conhecer as escolas de referência onde estas refeições estão a ser fornecidas pode consultar aqui a lista que a Direcção-Geral dos Estabelecimentos escolares mantém actualizada e online  ou contactar a autarquia da sua zona de residência pois, como já foi referido, nalguns casos o fornecimento é assegurado através de outros sistemas de apoio social.

Nesta reportagem, que tem lugar na Escola Básica Parque Silva Porto, na freguesia de Benfica, em Lisboa, acompanhamos a preparação de uma refeição e o seu processo de recolha. Podemos ouvir declarações de Adélia Cardoso, cozinheira; de mães não identificadas e de Ricardo Marques, presidente da Junta de Freguesia de Benfica.

  • Temas: COVID-19
  • Ensino: 1º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Escolas oferecem refeições gratuitas a estudantes
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Sandra Salvado
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui