Contexto

Em confronto estiveram dois grandes blocos. De um lado as potências do Eixo constituídas inicialmente pela Alemanha, Itália e Japão, a que se juntaram depois países como a Roménia, a Bulgária e a Hungria entre outros. Do outro as forças Aliadas, que reuniram numa fase inicial a França, a Inglaterra e os países da Commowealth e que depois evoluiu para um aliança que juntou também os EUA, a Rússia e diversos outros.

O choque entre os dois grandes blocos – Eixo e Aliados – começou após o ataque à Polónia, primeiro pela Alemanha a 1 de setembro de 1939, e depois pela Rússia. No ano seguinte, os alemães invadiram a França e depois a Rússia.

A Inglaterra foi durante um ano a única potência europeia a combater o nazismo alemão e o fascismo italiano opondo-se, com sucesso, a uma tentativa de invasão .

Em finais de 1941 o Japão atacou a base americana de Pearl Harbor e o conflito assumiu características ainda mais globais.

Até 1942 o Eixo parecia estar a ganhar a guerra, mas, nesse ano, o esforço dos aliados começou a contrariar o avanço dos adversários, progredindo até à vitória total.

Este dossier integra um conjunto de cadernos criados pelo Ensina sobre a temática da II Guerra Mundial. Deste conjunto pode ainda explorar outros dedicados aos “Antecedentes“, “Refugiados e Holocausto” e “Portugal e a Guerra“.

A resposta dos Aliados (1943 - 1945)