Pesquisar

A Conferencia de Paz de Paris

A conferência de Paris foi o encontro das potências vencedoras da I Guerra Mundial e destinou-se a estabelecer o novo quadro diplomático e internacional decorrente da vitória dos aliados e da derrota das Potências Centrais, ou seja, da Alemanha, do Império Austro-Húngaro, do Império Otomano e da Bulgária.

Esta conferência contou com a presença de mais de 30 países, no decorrer das várias sessões que se prolongaram durante um ano. Apesar do número elevado de participantes, foram as negociações entre as 4 potências vencedoras da guerra que realmente tiveram importância e impacto: EUA, França, Inglaterra e Itália, que tinham naturalmente interesses e visões diferentes entre si.

 

  • Quais foram as principais decisões da conferência?

No essencial, a conferência tratou da partilha dos despojos de guerra, de acordo com os interesses das potências vencedoras. Foram elaborados 5 tratados de paz, envolvendo cada um dos 5 países vencidos, que incluíam pesadas indemnizações e cedências territoriais. A Alemanha foi desmilitarizada e as suas colónias foram repartidas entre a França e a Grã-Bretanha.

O mesmo ocorreu aos territórios do Império Otomano no Médio Oriente. Uma consequência importante da Conferência foi a criação da Sociedade das Nações, um fórum internacional destinado a resolver os conflitos entre os países e evitar um novo confronto mundial. Porém, as pesadas condições impostas à Alemanha e a acumulação das tensões na Europa acabaram por conduzir, precisamente, a um novo conflito, que a Sociedade das Nações não conseguiu evitar.

 

Portugal participou na Conferência?

Portugal, por ter entrado na guerra ao lado dos aliados, participou naturalmente na Conferência de Paris. A delegação portuguesa recebeu instruções de Lisboa no dia 24, seis dias após a abertura da conferência.

António Caetano Egas Moniz, Afonso Costa, João Chagas e Teixeira Gomes foram alguns dos elementos que compunham a delegação portuguesa. O governo português pretendia reclamar à Alemanha uma indemnização de 8500 milhões de marcos, mas os aliados rejeitaram esta pretensão.

Portugal acabou por receber da Alemanha apenas um montante reduzido, e os proveitos que obteve cingiram-se à preservação das suas colónias e à entrega de alguns navios alemães e austríacos.

Ouça aqui outros episódios do programa Dias da História

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - A Conferência de Paris
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2017
  • Imagem: Lloyd George (Inglaterra), Vittorio Emanuele Orlando (Itália), Georges Clemenceau (França), e Woodrow Wilson durante a Conferência de Paris.

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.