Pesquisar

Aprender à distância de um clique

As aulas são obrigatórias, tal como os testes e os trabalhos de casa, e há faltas marcadas. Apesar de ser através de um computador, de um lado está o aluno e do outro o professor, como numa sala de aula convencional. É o ensino à distância, a nova forma da antiga telescola, para quem quer estudar mas não pode ir às aulas.

O conhecimento não tem fronteiras. A qualquer momento e em qualquer lugar, podemos estudar numa das melhores universidades ou aprender com os mais brilhantes pensadores do mundo. Basta ter um computador ou um telemóvel com internet.

A educação à distância é uma tendência para muitos, para outros é a única oportunidade de estudar. Atletas de alto rendimento, artistas de circo ou reclusos assistem a aulas todos os dias sem se deslocarem à escola.

Afinal, os dispositivos tecnológicos podem servir para muito mais do que jogar, estar nas redes sociais ou para ver vídeos de entretenimento. Aulas e tutoriais estão disponíveis em permanência e há alunos que defendem ser esta forma de aprender mais interessante do que a que implica manuais escolares, porque o vídeo (a imagem em movimento) consegue captar mais a atenção.

Em Portugal, a educação à distância começou há mais de 50 anos, com a telescola. Revisitamos, nesta reportagem, essa realidade que foi a única forma de muitas pessoas nas zonas mais interiores do país puderem estudar.

 

Ficha Técnica

  • Título: Linha da Frente - Apender num Clique
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Marta Jorge / Paulo Jorge / Paulo Maio Gomes / Carlos Pinota /Paula Meira
  • Produção: RTP
  • Ano: 2019

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui