Pesquisar

Manuscritos medievais portugueses na Memória do Mundo

São dois os manuscritos classificados património documental da Humanidade. Para a UNESCO, o "Apocalipse de Lorvão" e o "Comentário ao Apocalipse do Beato de Liébana" são "os mais bonitos e originais produzidos pela civilização medieval ocidental".

Em 786, nas Astúrias, um monge de nome Beatus de Liébana decidiu que era chegada a altura de fazer uma interpretação do último livro do Novo Testamento, para ajudar os cristãos a entenderem a simbologia das profecias bíblicas.

Quatrocentos anos depois, já no século XII, o texto intitulado “Comentário ao Apocalipse” foi copiado no Mosteiro do Lorvão, em Penacova, pelo monge Egas, com 66 iluminuras ricas em amarelos e vermelhos a retratarem não apenas episódios bíblicos, como também cenas do quotidiano daquele tempo. A cópia, conhecida como “Apocalipse de Lorvão”, foi encontrada em 1853 pelo historiador e escritor Alexandre Herculano, que de imediato percebeu tratar-se de um documento valioso e o levou para a Torre do Tombo, onde ainda hoje se encontra guardado.

Perdido o original do século VIII, a cópia da autoria do monge Egas voltou a ser copiada, desta vez no Mosteiro de Alcobaça. Com o desaparecimento das ordens monásticas, o novo documento foi confiado à Biblioteca Nacional.

Estes livros, que juntamente com outros códices espanhóis, compõem os “Manuscritos do Comentário do Apocalipse (Beatus de Liébana) na Tradição Ibérica”, mereceram uma candidatura conjunta de Portugal e Espanha ao Programa Memória do Mundo, criado em 1992 pela UNESCO para sensibilizar o público sobre a necessidade de preservar o património documental. Em Outubro de 2015, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura reconheceu a importância dos manuscritos para a Humanidade.

 

 

 

Ficha Técnica

  • Título: Apocalipse de Lorvão
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Carolina Ferreira e Paulo José Oliveira
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.