Pesquisar

O Dia do Fico, no Brasil

“Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico”. Foi esta frase, proferida a 9 de janeiro de 1822 pelo príncipe D. Pedro, que tornou célebre este dia na História do Brasil.

A explicação é relativamente simples, embora a situação que lhe deu origem seja complexa: D. João VI tinha regressado a Portugal e deixou a regência do Brasil a D. Pedro, mas as Cortes Constituintes de Portugal instaram-no a regressar também ao reino. Isto suscitou uma forte reação por parte das forças políticas brasileiras que pressionaram o Príncipe a ficar. E ele ficou, após alguma hesitação inicial.

 

  • Qual era a importância de o Príncipe ficar ou regressar?

Durante algum tempo, o Brasil foi o centro da corte portuguesa e o Rio de Janeiro foi a capital do Reino Unido de Portugal e Brasil. A volta do rei a Lisboa aumentava os riscos e os temores do regresso do Brasil a uma posição meramente colonial, algo que era inaceitável para as elites políticas brasileiras.

Estes receios foram agravados pelas ordens das Cortes Constituintes de Lisboa, que entre outras medidas tentavam colocar os governos das várias províncias do Brasil sob o seu poder direto. A união de vários setores políticos brasileiros em torno de D. Pedro tinha, portanto, o objetivo de manter intacta a autonomia e a unidade do território.

 

  • Que impacto teve?

A decisão de D. Pedro foi o primeiro passo para a proclamação da independência, porque significou uma desobediência clara às ordens de Lisboa. Foi um período confuso e contraditório da história do Brasil, porque os setores que defendiam a independência era também defensores do liberalismo, tal como em Portugal.

D. Pedro tentou evitar a rutura, mas ao longo do ano de 1822 o conflito tornou-se inevitável, uma vez que Lisboa enviou tropas para impor pela força as suas decisões.

O Brasil dividiu-se, portanto, entre quem apoiava o avanço para a independência e quem se mantinha leal às ordens de Lisboa. Em agosto de 1822, chegavam ao Rio as notícias de que as Cortes tinham destituído D. Pedro dos seus poderes de regente; no dia 7 de setembro, o mesmo D. Pedro emitia o “Grito do Ipiranga”, onde proclamou a independência do Brasil, dando início à guerra da independência, que durou até 1825.

Ouça aqui outros episódios do programa Dias da História

  • Temas: História
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - O Dia do Fico
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2017
  • Imagem: "Aclamação de Dom Pedro", 1834/ 39 , Jean-Baptiste Debret

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui