Pesquisar

Oriente, evangelização e ouro do Brasil (1ª parte)

A China e o Japão viram chegar as naus portuguesas e com o ouro, a prata, as especiarias ou a seda viajaram também os missionários católicos na sua missão evangelizadora.

Os portugueses chegam à China no princípio do século XVI e, apesar de no princípio as relações não terem sido fáceis,   em 1522 já estão mercadores instalados em Macau, um porto que vai assumir importância crescente naquelas paragens.

O comércio com o Extremo Oriente estende-se também ao Japão, onde o pequeno porto de Nagasaki cresce ao ritmo da chegada anual da Nau Negra, navio que assumirá contornos quase míticos no país do sol nascente.

Entre marinheiros, soldados ou comerciantes chegam também àquelas latitudes missionários católicos com o objetivo de espalhar a fé.

Esta série foi produzida em 1983 na sequência da XVII Exposição Europeia de Arte Ciência e Cultura, uma iniciativa que teve lugar em Lisboa com o objetivo de divulgar a história da expansão portuguesa durante os séculos XV e XVI.

A série é constituída por quatro episódios, divididos em duas partes cada um.

Pode ver aqui a segunda parte deste episódio.

Ficha Técnica

  • Título: Descobrimentos portugueses: O extremo oriente, a evangelização e o ouro do Brasil (parte 1)
  • Tipo: documentário
  • Produção: RTP/ Comissariado XVII Exposição Arte, Ciência e Cultura
  • Ano: 1983

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.