Pesquisar

O jornalismo e as redes sociais

A relação do jornalismo com as redes sociais é o principal interesse de Nikky Usher, uma investigadora da Universidade George Washington, que analisou as profundas mudanças vividas pelo setor nos últimos anos.

Com as redes sociais os jornalistas deixaram de ter um prazo fixo para apresentar trabalho e passaram a ter um prazo contínuo, 24 horas por dia, sete dias por semana, o que aumentou a pressão sobre os profissionais, obrigados a colocar depressa e de forma constante novos trabalhos ou a actualizarem trabalhos já publicados.

As mesmas redes sociais permitem que se contacte e recolha informação de forma quase instantânea do outro lado do mundo, acedendo a fontes que até aqui dificilmente estavam disponíveis.

A investigadora norte-americana alerta ainda para o facto da ligação entre profissionais de comunicação e redes sociais estar a criar nos primeiros uma imagem distorcida do mundo real, pois aquilo que é visto nas plataformas digitais pode corresponder apenas à opinião de um grupo que, por vezes, nem sequer é maioritário.

Ficha Técnica

  • Título: Fronteiras XXI: Jornalismo e redes sociais
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Márcia Rodrigues
  • Produção: RTP
  • Ano: 2017

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.