Pesquisar

A gestão sustentável do mar pode gerar mais alimentos

Se a captura e produção de espécies marinhas for realizada com sustentabilidade, o mar poderá fornecer muito mais alimentos do que actualmente. A garantia é dada por Christopher Costello, um especialista em gestão de recursos naturais, que participou num estudo sobre o tema com outros cientistas.

A exploração dos recursos selvagens não deverá crescer mais do 10 ou 15 por cento, mas os espécimes oriundos da aquacultura marinha podem representar um aumento significativo na quantidade de alimentos produzidos.

A produção de peixes em sistema marinho foi, ao longo de décadas, alvo de fortes críticas relacionadas com questões ambientais, mas a experiência acumulada permitiu ultrapassar grande parte desses problemas, e um país como Portugal – com uma grande extensão de costa  – pode e deve aproveitar essa experiência para apostar neste tipo de produção.

A economia do mar pode representar um importante impulso para a economia, especialmente após as crises que afetaram os mercados nas últimas décadas, e não só na área alimentar, pois existem sectores como o turismo ou a energia onde também existe grande potencial.

Ficha Técnica

  • Título: Fronteiras XXI - Entrevista a Cristopher Costello
  • Tipo: Entrevista
  • Autoria: Fátima Marques Faria
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui