Alexandre O’ Neill, poeta e publicitário
Ensino:

Poeta e publicitário, Alexandre O’Neill (1924-1986) foi também fundador do Grupo Surrealista de Lisboa com Mário Cesariny, António Pedro e José-Augusto França.

Nos anos cinquenta afastou-se do grupo surrealista, mas manteve sempre uma postura irónica próxima daquela corrente cultural.

Entre as obras que escreveu, são mais conhecidos do público o livro “No reino da Dinamarca” ou o poema “A Gaivota”, interpretado por Amália Rodrigues. Ficou também no ouvido a frase “Há mar e mar, há ir e voltar”, das campanhas contra o afogamento durante a época balnear, que também foi sua criação.

Foi preso pela PIDE diversas vezes e venceu o Prémio do Centro Português da Associação Internacional de críticos literários em 1983.

 

“A Pluma Caprichosa”, de Alexandre O’Neill
Veja Também

“A Pluma Caprichosa”, de Alexandre O’Neill

Alexandre O´Neill, o poeta que jogava com as palavras
Veja Também

Alexandre O´Neill, o poeta que jogava com as palavras

Temas

Ficha Técnica

  • Título: A vida dos Sons - 1924
  • Tipologia: Extrato de Programa
  • Autoria: Ana Aranha / Iolanda Ferreira
  • Produção: RDP
  • Ano: 2012