Lutar e morrer na Batalha de La Lys
Ensino:

Entre os portugueses, a batalha de La Lys deixou a memória mais duradoura da I Guerra Mundial. Mas, quando se olha para o quadro geral do conflito, o impacto deste momento foi relativamente módico quando comparado com o que aconteceu noutras ações e operações militares do exército português durante o mesmo período.

Na batalha, que teve lugar às primeiras horas do dia 9 de abril de 1918, morreram cerca de 500 soldados portugueses e milhares foram feitos prisioneiros, muitos mais do que habitualmente, uma situação que se atribuiu ao cansaço das tropas que esperavam há meses para serem substituídas.

Apesar do elevado número de baixas, os militares portugueses sofreram ao longo da guerra baixas muito mais elevadas, especialmente fora de Europa. Se em França morreram mais de dois mil soldados do Corpo Expedicionário Português em dois anos, em África faleceram três vezes mais militares, primeiro em Angola e depois em Moçambique, região que foi especialmente mortífera.

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Postal da Grande Guerra - A batalha de La Lys
  • Tipologia: Programa
  • Autoria: Silvia Alves
  • Produção: RTP
  • Ano: 2018