Mário-Henrique Leiria: reencontrar a obra do autor surrealista
Ensino:

Dois títulos bastaram para fazer de Mário-Henrique Leiria um escritor de culto. "Contos do Gin Tonic" e "Novos Contos do Gin" estavam no avesso do que se produzia em Portugal nos anos setenta. Histórias curtas, insólitas, cheias de sarcasmo e humor negro eram pura contra-cultura. Na poesia, ficção e pintura foi um surrealista sem regras, cultivador de estéticas marginais. Falamos da obra singular.

Frases curtas, sem desperdício de palavras. Talvez a única regra que Mário-Henrique Leiria (1923-1980) seguiu na escrita. O resto era imaginação e uma vontade indomável de “subverter o mais possível os códigos morais do bom gosto”. Seja na poesia, nos contos ou nos micro contos, há sempre acidez, sarcasmo, irreverência que provocam e inquietam. E doses concentradas de humor negro. Foi assim que se fez popular, logo aos primeiros  “Contos do Gin Tonic” (1973), seguidos de “Novos Contos do Gin” (1974).

Mário Viegas diz humor com amor em Palavras Ditas
Veja Também

Mário Viegas diz humor com amor em Palavras Ditas

Mas a obra de Leiria não se resume a estes sucessos de venda: há mais prosa diversa, poesia inclassificável, textos inéditos, esquecidos ou dispersos que Tânia Martuscelli, professora da universidade americana de Yale, devolve agora à literatura portuguesa. Especialista na obra do autor, considera que o seu maior legado “é a postura de questionar a realidade, de assumir o seu papel político na sociedade e também tratar a arte como algo que faz parte do quotidiano.”

Fundador do primeiro grupo surrealista português com Mário Cesariny, António Maria Lisboa, Cruzeiro Seixas, entre outros, Mário-Henrique Leiria foi, acima de tudo, um experimentalista que passou por vários movimentos artísticos.

Mário Cesariny “é o paradigma da maneira surrealista de ser e de viver”
Veja Também

Mário Cesariny “é o paradigma da maneira surrealista de ser e de viver”

 

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Literatura Aqui - Mário Henrique Leira
  • Tipologia: Extrato de Programa
  • Produção: até ao Fim do Mundo
  • Ano: 2017