Pesquisar

Mordeste o isco?

Quando a esmola é forte, o pobre desconfia. E tem motivos para isso. Não é diferente nas redes sociais. Quando surgem aquelas viagens de sonho ou o último grito tecnológico em telemóveis a troco apenas de um like, de um comentário a uma publicação, ou da partilha do nome de um amigo, dá que pensar qual será a real intenção. Este tipo de publicações - mensagens-isco -, por norma, tentam apenas captar a atenção de potenciais seguidores, com fins comerciais para quem as coloca. Não são concursos ou sorteios de páginas oficiais de empresas. Mordeste o isco?

Ficha Técnica

  • Título: Cidadão Cibersocial - Como reconhecer as mensagens isco
  • Produção: Centro Nacional de Cibersegurança
  • Ano: 2021

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui