Sophia de Mello Breyner Andresen, “O Nome das Coisas”
Ensino:

"O Nome das Coisas" é uma das obras mais emblemáticas de Sophia de Mello Breyner Andresen: na poesia, refere as coisas pelos nomes, fala da realidade que a inspira também na prosa. Este documentário visita a vida e a obra da autora de "A Menina do Mar".

Nascida em 1919, Sophia tem o primeiro contacto com a poesia através das histórias contadas pela ama. Os poemas, para ela, estavam no ar, bastava estar atenta para os ouvir. Passou a infância entre a quinta dos avós em Campo Alegre, no Porto, e uma casa de praia. As memórias dessa época povoam a sua obra, através de descrições e ficções inspiradas nas suas experiências, com o mar como tema predileto. Tinha três irmãos mais novos e a família permitiu-lhe ser o que queria ser.

Estudou Filologia em Lisboa, mas não acabou o curso: era demasiado rebelde e independente para seguir as regras académicas. Descobriu Homero e tornou a Grécia Antiga palco da sua poesia, encontrando no Algarve dos anos 50 e 60 a correspondência com essa Grécia. Casa-se com Francisco Sousa Tavares, opositor ao regime de Salazar, e ela própria assume na sua poesia uma crítica ativa ao governante. “A Fada Oriana”, “A Menina do Mar”, “O Cavaleiro da Dinamarca” e “O Rapaz de Bronze” são apenas alguns títulos que lhe valeram prémios.

 

“Navegações”, de Sophia de Mello Breyner Andresen
Veja Também

“Navegações”, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia de Mello Breyner Andresen, poeta maior
Veja Também

Sophia de Mello Breyner Andresen, poeta maior

Temas

Ficha Técnica

  • Título: O Nome das Coisas, Sophia de Mello Breyner Andersen
  • Tipologia: Documentário
  • Produção: Panavideo para a RTP
  • Ano: 2007