Pesquisar

A construção naval durante os descobrimentos

A construção naval esteve no centro da estrutura industrial portuguesa nos finais do século XV e princípio do século seguinte. Os navios produzidos em grandes estaleiros e progressivamente melhorados, asseguraram a expansão do império e o transporte das mercadorias que alimentavam a economia nacional.

Após as descobertas do caminho marítimo para a Índia e do Brasil, a cidade de Lisboa transformou-se, no princípio do século XVI,  no principal porto comercial da Europa acolhendo navios que carregavam especiarias, escravos ou pau-brasil.

Este momento inicial da economia do império, conhecido como o ciclo da pimenta, impulsionou o setor da construção naval que depressa adotou uma organização industrial, especialmente nos grandes estaleiros de Lisboa, Porto ou Algarve.

Apesar deste tipo de organização trata-se de uma atividade quase artesanal que utiliza pouca maquinaria e muito trabalho manual de artesãos ligados à carpintaria e à cordoaria.

Ficha Técnica

  • Título: História da Indústria em Portugal - Expansão, Império e Manufaturas
  • Tipo: Extrato de Documentário
  • Produção: RTP/ AEP
  • Ano: 2000

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.