Pesquisar

A Europa de Jean Monnet

Jean Monnet (1888-1979) é considerado um dos principais arquitetos da União Europeia e sempre defendeu a necessidade de cooperação entre a Alemanha e a França para assegurar a paz na Europa. Mas será que existe uma verdadeira união na Europa?

Nascido de uma família de comerciantes, Monnet dedicou-se muito cedo aos negócios, viajando por diversos países onde colheu experiências que moldaram a sua visão da Europa do futuro.

Durante a I Guerra Mundial fez parte do conselho económico francês e defendeu a união com a economia britânica de modo a responder de forma mais equilibrada às emergências da guerra, uma ideia que só vingou dois anos depois do início do conflito.

No período entre guerras foi o representante francês na Sociedade das Nações, a predecessora da Organização das Nações Unidas.

Durante a II Guerra Mundial está em Inglaterra e, graças aos seus conhecimentos, integra o núcleo negocial enviado pelo Reino Unido para negociar a venda de armamento com os Estados Unidos da América.

No final da guerra ocupa cargos dentro do governo francês e é um elemento chave na criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço em 1951, de que resultou a União Europeia, com a assinatura do Tratado de Roma, em 1957.

Defendeu uma união que desse pequenos passos até que se registasse uma verdadeira conjugação de vontades entre os países que constituem a comunidade. A questão que hoje se coloca é a de saber se as diferenças, culturais ou económicas, não são um travão a essa intenção.

Ficha Técnica

  • Título: Há união na União Europeia
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Luís Caetano
  • Produção: RTP
  • Ano: 2011

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui