Pesquisar

A fundação de Salvador, na Baía de Todos os Santos

A cidade de Salvador localiza-se na Baía de Todos os Santos, no atual estado da Bahia, e a sua fundação aconteceu a 29 de março de 1549, data em que ali chegou uma armada que partira de Lisboa, transportando mais de um milhar de colonos, soldados e missionários, sob o comando de Tomé de Sousa, o primeiro governador-geral do Brasil.

De acordo com as ordens de D. João III, Tomé de Sousa vinha empossado do governo de todo o Brasil e deveria construir ali a sua residência, devido à posição geográfica central daquele território. Esta região já contava, porém, com uma presença portuguesa anterior, que facilitou os contactos e permitiu uma boa receção por parte das populações ameríndias.

O principal ator neste processo foi Diogo Álvares, de alcunha o “Caramuru”, naufragado naquela costa cerca de quatro décadas antes, que ali se tinha fixado e casado com a filha de um chefe local. Assim foi fundada São Salvador da Baía de Todos os Santos, a primeira capital do Brasil e sede do novo governo-geral.

 

  • Quais as razões que levaram à criação desse governo-geral?

O Brasil só começou verdadeiramente a despertar a atenção de Lisboa após a subida ao trono de D. João III, em 1521. Este rei interessou-se pela exploração do território, mas a coroa não dispunha de recursos para promover e financiar a colonização de uma linha de costa tão extensa como a do Brasil. Portanto, o rei decidiu aplicar ali o modelo utilizado na Madeira, Açores e restantes arquipélagos atlânticos, entregando e colonização a privados.

A linha de costa brasileira foi dividida em parcelas e cada uma delas foi cedida ou vendida a um capitão-donatário, que deveria tratar da sua exploração e colonização. Acontece, porém, que esta experiência obteve resultados muito desiguais e boa parte das capitanias fracassaram.

O aumento da pirataria e do corso francês na região e o crescente risco do surgimento de colónias francesas na costa – o que veio de facto a ocorrer pouco depois – levou o rei a criar, em 1548, o cargo de governador-geral, dotado de amplos poderes e com a missão de coordenar o esforço de colonização, garantir a defesa da costa, promover o comércio e facilitar o trabalho de evangelização das populações locais.

 

  • Qual foi o sucesso de Salvador?

A cidade prosperou rapidamente ao longo das décadas seguintes, afirmando-se como a capital do Brasil e uma das cidades mais importantes do Novo Mundo. Salvador era o principal centro de missionação católica, tendo sido elevada a sede de bispado logo em 1552.

Tornou-se igualmente o principal centro da indústria do açúcar e do comércio de escravos. A sua prosperidade tornou-a alvo das ambições dos rivais holandeses, que a atacaram e ocuparam, durante cerca de um ano, em 1624.

Excetuando um breve período entre 1572 e 1581, Salvador foi a capital do Brasil durante mais de dois séculos até o marquês de Pombal ordenar, em 1763, que  esta passasse para o Rio de Janeiro. Hoje, com uma população de quase 3 milhões de habitantes, é a cidade mais importante do nordeste do Brasil e é considerada a capital da cultura afro-brasileira do país.

Ouça aqui outros episódios do programa Dias da História

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - A Conferência de Berlim Fundação da cidade de Salvador, no Brasil
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2017
  • Imagem: Forte Santo António da Barra. Emmanuel van Meteren, ca. 1634

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui