Pesquisar

Abdulai Silá, engenheiro das palavras

Engenheiro, economista e investigador social da Guiné Bissau, é escritor consagrado e considerado o autor do primeiro romance guineense, "Eterna Paixão", de 1994. Integra organizações filantrópicas e dedica-se à alfabetização da população.

Abdulai Silá nasceu em Catió, pequena cidade do sul da Guiné Bissau e viveu parte da sua vida sob o regime colonial. Presenciou os momentos difíceis da luta armada de libertação nacional e participou nas brigadas de alfabetização do país. De 1979 a 85 frequentou a Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha de Leste e formou-se em Engenharia Eletrotécnica. Seguiu depois para os Estados Unidos da América onde obteve pós-graduações ao nível das Telecomunicações e da Informática. Foi o fundador da SITEC e da EGUITEL, empresas guineenses de Telecomunicações que desempenham um papel pioneiro no desenvolvimento tecnológico do país.

Ao mesmo tempo que exerce funções de engenheiro, Abdulai integra várias organizações filantrópicas, em particular no que diz respeito à alfabetização da população. O seu reconhecimento sobressai na escrita e Silá é tido como uma das mais importantes vozes da literatura lusófona contemporânea, com uma obra ficcional original e pioneira. Abdulai Silá foi o autor do primeiro romance guineense publicado – ‘Eterna Paixão’, editado em 1994. O último livro, escrito em 2013, tem como título ‘Dois tiros e uma gargalhada’. Foi também em 2013 que foi nomeado Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras pelo Estado francês.

Ficha Técnica

  • Título: Grandes Africanos
  • Tipo: Programa de Televisão
  • Autoria: Milene Matos Silva
  • Produção: Companhia de Ideias para a RTP
  • Ano: 2014

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui