Pesquisar

Abril, o mês da liberdade

Entre 1974 e 1976, o dia 25 de Abril ficou marcado por vários acontecimentos de grande significado histórico: para além da revolução, assinalam-se as primeiras eleições para a Assembleia Constituinte no ano seguinte e as legislativas em 1976.

Foram dois anos de profundas transformações na sociedade portuguesa, e que ditaram muito do que se passaria no último quartel do século vinte. Em primeiro lugar a revolução, que terminou com uma longa ditadura e abriu caminho para o fim da guerra colonial e para a descolonização, criando um nova ordem política e acabando com a censura  e com a polícia política.

Aproveitando o efeito simbólico deste dia 25 de Abril, foram realizadas as primeiras eleições livres, em democracia, no ano seguinte. Nessas eleições, que viriam a permitir a nomeação da chamada Assembleia Constituinte, votaram 5,7 milhões de pessoas, que deram a vitória ao Partido Socialista (37% dos votos) e o segundo lugar ao PPD (26%). Entre os 250 deputados eleitos encontravam-se igualmente representantes do PCP (12%), CDS (7%), MDP/CDE (4%), UDP (1%) e ADIM (0,03%). Esta assembleia foi dissolvida a 2 de abril de 1976, quando foram terminados os trabalhos de criação da nova Constituição da República Portuguesa, que ainda hoje se mantém em vigor, embora com alterações.

A 25 de abril de 1976 iriam ter lugar novas eleições legislativas, que viriam a dar uma nova vitória ao Partido Socialista (35% dos votos), seguido pelo PPD (35%). Na sequência desta votação, o líder do PS, Mário Soares, iria tornar-se primeiro-ministro do I Governo Constitucional, do qual fizeram parte, entre outros, Henrique de Barros, Almeida Santos, Medina Carreira, Rui Vilar e António Barreto.

“Dicionário de Abril” é uma série de pequenos programas dedicados ao 25 de Abril de 1974 e ao período de instauração do regime democrático em Portugal, produzidos a partir de imagens de arquivo.

 

 

Ficha Técnica

  • Título: Dicionário de Abril - Letra A
  • Tipo: Programa
  • Autoria: António Reis/ Maria Inácia Rezola/ Paula Borges
  • Produção: Braveant/ RTP
  • Ano: 2012

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui