Pesquisar

Assistir à revolução numa cabine telefónica

Francisco Valadas foi um espetador privilegiado dos acontecimentos do 25 de Abril de 1974. Durante grande parte do dia esteve sentado sobre uma cabine telefónica, em frente ao quartel do Carmo, onde aconteceu o desenlace da revolução.

Nos largos do Carmo ou da Misericórdia, onde costuma vender cautelas, conhecem-no por “Chico Cauteleiro”. O seu nome verdadeiro é Francisco Valadas e ele foi um dos portugueses que, no dia 25 de Abril, assistiu ao desenrolar da revolução que fez cair o Estado Novo.

Foi sentado sobre uma cabine telefónica, frente ao portão principal do Quartel do Carmo, que assistiu ao desenlace das operações militares desse dia. No interior do quartel encontrava-se refugiado Marcelo Caetano, o Presidente do Conselho, e outros elementos do governo que viram o poder ruir perante o avanço dos militares revoltosos.

Ficha Técnica

  • Título: 25 de Abril num cabine telefónica
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Mafalda Gameiro
  • Produção: RTP

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui