Pesquisar

Buracos Negros

Um buraco negro é uma região do espaço cujo campo gravitacional, o mesmo que nos mantém presos à Terra, é tão forte que nada no universo que dele se aproxime lhe consegue escapar.

Um buraco negro é o resultado da morte de uma estrela de grande massa (superior a oito vezes a massa do Sol). Acontece quando no interior da estrela param as reacções nucleares responsáveis pela sua luz dando-se uma explosão que resulta no colapso gravitacional da matéria e o aparecimento do buraco negro.

Os buracos negros são invisíveis e uma espécie de fronteira entre o conhecido e o desconhecido, pois nada do que lá se encontra pode passar para fora e tudo o que se encontre do “lado de cá” e que se aproxime será engolido. São detectados pelos astrónomos apenas pelo efeito que produzem ao seu redor, como por exemplo os movimentos das estrelas nas regiões mais centrais das galáxias.

O mais próximo da Terra está a 1600 anos-luz num sistema conhecido por V464.

A dimensão dos buracos negros está relacionada com a sua massa: quanto maior for esta, maior será também o buraco negro. Os mais pequenos têm 10 vezes a massa do Sol. Os maiores podem ter uma massa na ordem dos milhões de milhões de massas solares distribuída por um volume equivalente ao nosso Sistema Solar.

 

 

Ficha Técnica

  • Título: 1 Minuto de Astronomia
  • Tipo: Programa
  • Produção: Duvideo II Profissionais de Imagem, crl
  • Ano: 2009

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.