Pesquisar

A conturbada vida de Camilo Castelo Branco

Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco (1825-1890) foi escritor, romancista, poeta , cronista, crítico, dramaturgo, historiador e tradutor. Recebeu ainda do rei D. Luís o título de visconde de Correia Botelho.

Ficou órfão de mãe aos dois anos e de pai aos nove, altura em que deixou Lisboa para viver em Vila Real com uma tia. Casa aos 16 anos, mas envolve-se em diversas relações extraconjugais.

Vai cursar medicina no Porto, em 1844, mas não completa o curso. Em 1885 estreia-se na poesia passando depois para o teatro e o jornalismo.

Nos anos seguintes irá fundar diversos jornais e publicar romances envolvendo-se em polémicas diversas enquanto, já viúvo, surge envolvido em diversos casos amorosos. A sua grande paixão será, no entanto, Ana Plácido, uma mulher casada que o levará à prisão por adultério.

Na fase final da vida encontra-se cego e impossibilitado de escrever. Suicidou-se com um tiro de revólver.

Ficha Técnica

  • Título: Nome de Rua - Camilo Castelo Branco
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Autoria: Nunes Forte
  • Produção: Videofono para a RTP
  • Ano: 1991

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.