Pesquisar

"Jardim das Tormentas", o primeiro livro de Aquilino Ribeiro

No primeiro exílio político, redige os contos que constituem "Jardim das Tormentas". O livro publicado em 1913 marca a estreia literária de Aquilino Ribeiro. Homem do mundo, fez na sua obra retratos da Beira natal. Da terra, das suas gentes e dos bichos.

Nascido em 1885, em Sernancelhe, Aquilino Ribeiro é criado no ambiente bucólico e modesto de uma aldeia beirã. De lá saiu para o seminário em Beja, de onde foi expulso por falta de vocação, para se fazer depois cosmopolita em Paris e em Berlim, cidades de exílio. Mais tarde firmou residência em Lisboa, onde foi professor no liceu Camões e diretor da Biblioteca Nacional. Mas até ao ano da morte em 1963, há de regressar sempre a Soutosa, tanto na vida como nos livros.

A extensa bibliografia, com mais de setenta títulos, é uma viagem pelas terras da Beira, uma espécie de “Geografia Sentimental” (1951), em que retrata o mundo rural, nos seus costumes, lendas e regionalismos. Entre a Beira e o modernismo de Paris, escreve o primeiro livro, “Jardim das Tormentas”, contextualizado nesta peça pelo escritor Rui Lage.

 

 

Ficha Técnica

  • Título: Ler+ ler melhor - "Jardim das Tormentas", comentado por Rui Lage
  • Tipo: Extrato de Magazine Cultural
  • Produção: Filbox produções
  • Ano: 2013

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.