Pesquisar

Jovens, vídeos e fama no YouTube

Um vídeo caseiro, uma rede social e vontade de ser famoso.Os ingredientes são estes mas poucos jovens conseguem mais do que 15 segundos de fama no YouTube. O que para uns não passa de brincadeira, para outros é uma nova profissão: "Mãe, quero ser youtuber"

Antes do cinema, antes da televisão, antes da rádio e da stand-up comedy, antes disto tudo, testa-se o talento e a criatividade no palco do youtube. Os jovens sabem que esta plataforma pode valer ouro e servir de rampa para um mediatismo sólido e remunerado. Basta falarem em frente à câmara, dizer o que lhes vai na alma e fazer uma edição rápida. De improviso ou com um guião, contam piadas, cantam, fazem tutoriais de moda, dão conselhos, comentam a atualidade, e mais o que a imaginação for capaz de inventar. Como filmarem-se a jogar. É a moda. E talvez o princípio de uma carreira.

Carregado o vídeo, espera-se que conquiste fãs. Que fique viral, que seja um fenómeno de visualizações. Mas isto só acontece a alguns, umas dezenas no meio dos milhões de vídeos largados na rede a cada hora que passa. O ritmo é frenético, a competição fulminante porque, também aqui, a fama não é para todos. Depende dos conteúdos, do grau de autenticidade e da regularidade da produção.

Quando o youtuber tem milhares de subscritores atrás, é porque está a nascer uma estrela. Atentas, as agências e as operadoras de marcas vêm no jovem criador a possibilidade de chegar a públicos de outras idades: em troca de vídeos de promoção e de publicidade, pagam um valor monetário que, quase sempre, depende do número de visualizações. O reconhecimento está nas ofertas profissionais e nos convites para experiências de maior exposição, como saltar do canal youtube para dentro da velhinha televisão, a caixa que ainda muda o mundo.

Nesta reportagem, acompanhamos as histórias de Diogo Sena e Carolina Freitas, dois jovens que se iniciaram nas produções caseiras sem grandes pretensões. Até que a popularidade lhes bateu à porta. E tudo por causa da brincadeira de fazer vídeos.

Ficha Técnica

  • Título: Jovens no YouTube
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Isabel Marques da Costa
  • Produção: RTP
  • Ano: 2012

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.