Pesquisar

O ciclo do açúcar no Brasil

No século XVI o Brasil assumiu importância económica com a instalação de plantações e engenhos de açúcar, primeiro na Baía e depois noutros sítios do litoral. Com o tempo esta mercadoria substituiu as especiarias do oriente que até àquele momento alimentara o tráfego comercial do Império.

O chamado ciclo do açúcar, onde se insere também a produção de tabaco, vai durar algumas décadas e alterar a face do Brasil após a chegada de dezenas de milhares de escravos africanos, utilizados para assegurar a viabilidade das produções agrícolas.

Só entre 1570 e 1600 calcula-se que tenham atravessado o Atlântico cerca de 50 mil escravos, assumindo um papel fundamental na economia local.

O fim do ciclo do açúcar acentuou as dificuldades económicas no reino, habituado a realizar grandes despesas em construção e luxos.

Ficha Técnica

  • Título: História da Indústria em Portugal - Expansão, Império e Manufaturas
  • Tipo: Extrato de Documentário
  • Produção: RTP/ AEP
  • Ano: 2000

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.