Pesquisar

O menino de Lapedo

Em Dezembro de 1998, perto da localidade de Lapedo, em Leiria, foi descoberto o esqueleto de uma criança com 25 mil anos. Um achado único até porque os ossos revelaram também que o menino era híbrido, filho de um Neandertal e um Homo Sapiens Sapiens.

A escavação do esqueleto da criança, que teria entre quatro e cinco anos, prolongou-se por todo o inverno e revelou um conjunto muito bem preservado, apesar do crânio se encontrar bastante fragmentado. Encontrado foi também um espólio funerário que prova que o sepultamento foi feito de modo cuidadoso.

A descoberta de uma criança do paleolítico superior já seria uma raridade, mas o facto desta apresentar traços tanto de neandertal como de homo sapiens sapiens tornava o achado único. A possibilidade de se estar perante um híbrido, resultante da mistura entre as duas espécies, atraiu especialistas de todo o mundo e gerou controvérsia.

O debate alastrou entre os que defendiam ou não a possibilidade das duas espécies de hominídeos se reproduzirem entre si. O debate manteve-se aceso durante bastante tempo até que estudos de ADN provaram que o homem moderno da Europa apresenta marcadores de neandertal.

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: O esqueleto
  • Tipo: Documentário
  • Autoria: Maria Júlia Fernandes
  • Produção: RTP
  • Ano: 2001

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui